Contact WAO | e-News Sign Up | Site Map | Home  
World Allergy Organization
WAO's mission: To be a global resource and advocate in the field of allergy, advancing excellence in clinical care through education, research and training as a world-wide alliance of allergy and clinical immunology societies.

Critica de Livro Médico

Janeiro de 2011

Título: Anafilaxia (Imunologia Química e Alergia, Volume 95)
Ed. Johannes Ring
ISBN: 978-3-8055-9441-7

Preço: US$198
Disponível em: S. Karger AG

Crítico:
Ahmed Butt, MD
Division of Allergy and Clinical Immunology
Department of Internal Medicine
University of South Florida
James A. Haley Veterans' Hospital
Tampa, Florida USA

Audiência
A referência a esta obra será benéfica para qualquer profissional, novato ou experiente, nas várias disciplinas médicas. Embora seja mais apropriada para médicos, a escrita é de enorme clareza.

Características
O texto tem cinco importantes secções. As primeiras três abordam os antecedentes da anafilaxia, i.e., epidemiologia, fisiopatologia, sintomatologia clínica e diagnóstico. A quarta é dedicada aos alergénios específicos capazes de desencadear a anafilaxia. Esta secção inclui descrições de fisiopatologia, apresentação clínica e tratamento das reacções a venenos, meios de rádio contraste, analgésicos e anestésicos. Finalmente, de modo conciso e abrangente, a última secção discute o tratamento da anafilaxia.

Cada secção incorpora excertos significativos sobre anafilaxia com citações de reputadas revistas científicas internacionais, permitindo ao leitor apreciar a complexidade da definição e tratamento desta situação potencialmente fatal. As limitações de alguns estudos são apontadas, o que permite ao leitor interpretar o seu significado com maior precisão.

Avaliação
O livro proporciona uma visão geral da anafilaxia. A sua concisão prende a atenção do leitor. As secções do texto são compreensíveis para pessoas informadas, mas contêm informação pertinente para os especialistas que lidam regularmente com a anafilaxia. A fisiopatologia celular e molecular é adequadamente revista, podendo, assim, ser uma referência útil para quem esteja interessado em compreender a ciência básica da anafilaxia. Recomendo este texto a médicos e outros profissionais de saúde, fundamentalmente porque explica a lógica das actuais linhas de orientação para tratar e controlar a anafilaxia através da medicina baseada em evidência.