Contact WAO | e-News Sign Up | Site Map | Home  
World Allergy Organization
WAO's mission: To be a global resource and advocate in the field of allergy, advancing excellence in clinical care through education, research and training as a world-wide alliance of allergy and clinical immunology societies.

Revisão de Revistas Médicas

Julho de 2011

 

Todos os meses, neste serviço para os Membros da WAO e outros leitores, os Editores seleccionam artigos publicados recentemente nas principais revistas médicas no âmbito da imunoalergologia pela sua importância para os médicos que cuidam de doentes com asma e doenças alérgicas/imunológicas. Esta é a selecção deste mês dos artigos revistos por Juan Carlos Ivancevich, MD, Editor-in-Chief da WAO Web e Phillip Lieberman, MD, Reviews Editor da WAO.

 

1. Reavaliação da utilização de luvas de látex natural na prática médica.

Palosuo T, Antoniadou I, Gottrup F et al. Latex Medical Gloves: Time for a Reappraisal. International Archives of Allergy and Immunology 2011; 156(3):234-246. Full text, free access

Comentário do Editor: A utilização de luvas hipoalergénicas, com baixo teor de proteínas e sem talco está associada a uma redução significativa da incidência de reacções alérgicas tipo 1 ao látex natural entre profissionais de saúde.

 

2. Respostas eosinofílicas: Uma temida complicação devastadora da stent ( endoprótese auto-expansível)

Kounis NG, Giannopoulos S, Tsigkas GG et al. Eosinophilic responses to stent implantation and the risk of Kounis hypersensitivity associated coronary syndrome. International Journal of Cardiology 2011; Article in Press Abstract

Comentário do Editor: Os stents revestidos contendo substratos metálicos e fármacos que constituem complexos antigénios nas artérias coronárias produzem uma acção inflamatória persistente e crónica capaz de induzir a síndrome de Kounis e a trombose de stent.

 

3. Associação entre alergia tipo IV e cancro.

Engkilde K, Thyssen JP, Menné T et al. Association entre  cancer and contact allergy: a linkage study. BMJ Open July 2011 [doi:10.1136/bmjopen-2011-000084] Full text, open access

Comentário do Editor: As associações entre cancro e alergias são na sua maioria inversas. Esta relação tem sido atribuída ao facto dos mecanismos imunes subjacentes à atopia poderem estar activos na vigilância imunitária.

 

4. Comparação dos resultados alérgicos entre bebés alimentados com leite de vaca em pó convencional, leite em pó parcialmente hidrolizado e leite de soja em pó.

Lowe AJ, Hosking CS, Bennett CM et al. Effect of a partially hydrolyzed whey infant formula at weaning on risk of allergic  disease in high-risk children: A randomized controlled trial. The Journal of Allergy and Clinical Immunology June 2011; Article in Press [doi: 10.1016/j.jaci.2010.05.006] Abstract

Comentário do Editor: Apesar das recomendações para o uso de leite em pó parcialmente hidrolizado para prevenir alergias na primeira infância, este artigo mostra que nem este nem o leite de soja em pó conseguem prevenir o desenvolvimento de alergias.

 

5. Factores de risco nos primeiros anos de vida e desenvolvimento da rinite na europa.

Matheson MC, Dharmage SC, Abramson MC et al. Early-life risk factors e incidence of rhinitis: Results from the European Community Respiratory Health Study-an international population-based cohort study. The Journal of Allergy and Clinical Immunology July 2011; Article in Press [doi: 10.1016/j.jaci.2011.05.039] Abstract

Comentário do Editor: Este vasto estudo da população europeia demonstra que o sexo está relacionado com a rinite em indivíduos atópicos e que algumas exposições na infância podem influenciar o desenvolvimento de rinite em diferentes fases da vida.

 

6. Proteína eosinofílica urinária-X (PEU-X) e outros biomarcadores em recém-nascidos saudáveis mas com risco de alergias.

Krogsgaard Chawes BL, Bønnelykke K, Bisgaard H. Elevated Eosinophil Protein X in Urine from Healthy Neonates Precedes Development of Atopy in the First 6 Years of Life. American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine; June 2011; Published online ahead of print [doi: 10.1164/rccm.201101-0111OC] Abstract Summary at ScienceDaily

Comentário do Editor: Os níveis elevados de PEU-X no primeiro mês de idade estão significativamente associados com o desenvolvimento de sensibilização alérgica, eosinofilia nasal e eczema. Assim, a medição desta proteína pode ter utilidade clínica como marcador precoce de atopia.

 

7. Testes de provocação com fármacos para fins diagnósticos: Percepção do doente.

Gomes ER, Kvedariene V, Demoly P, Bousquet P-J. Patients' Satisfaction with Diagnostic Drug Provocation Tests and Perception of Its Usefulness. International Archives of Allergy and Immunology 2011; 156(3): 333-338. Abstract

Comentário do Editor: O nível de satisfação da maioria dos doentes quanto aos testes de provocação com fármacos foi bom, independentemente dos resultados e do país em que foram realizados.

 

8. Uso potencial de aminoácidos livres no tratamento da alergia.

Deus-de-Oliveira N, Felix SP, Carrielo-Gama C et al. Identification of Critical Amino Acids in the IgE Epitopes of Ric c 1 and Ric c 3 and the Application of Glutamic Acid as an IgE Blocker. PLoS ONE 2011; 6(6):e21455 [doi: 10.1371/journal.pone.0021455] Full text, open access

Comentário do Editor: O ácido glutâmico diminui a ligação de IgE com alergénios bem como a desgranulação dos mastócitos e a libertação de histamina induzidas pelos alergénios. Estes achados podem proporcionar uma nova plataforma para o tratamento da doença alérgica.

 

9. Os basófilos podem ter um papel importante numa variedade de doenças cutâneas inflamatórias.

Ito Y, Satoh T, Takayama K et al. Basophil recruitment and activation in inflammatory skin diseases. Allergy 2011; 66(8):1107-1113. Abstract

Comentário do Editor: Detectam-se basófilos nas lesões cutâneas de dermite atópica, prurigo, urticária, penfigoide bolhoso, erupções causadas por fármacos, foliculite pustular eosinofílica, picadas de insectos, sarna, púrpura de Henoch-Schonlein e dermatomiosite. São necessários mais estudos que estabeleçam a contribuição dos basófilos para a patogenia da doença.

 

10. Utilidade dos testes epicutâneos em erupções fixas causadas por fármacos.

Andrade P, Brinca A, Margarida G. Patch testing in fixed drug eruptions-a 20-year review. Contact Dermatitis June 2011; Published online before print [doi: 10.1111/j.1600-0536.2011.01946.x] Abstract

Comentário do Editor: Os resultados de testes epicutâneos confirmaram a suspeita clínica dos investigadores neste estudo como sendo a causa das erupções. Estes testes também identificaram o fármaco em quase metade dos doentes. Os testes epicutâneos foram especialmente úteis na investigação de erupções fixas causadas por AINEs.